MNAC

entrada: Condições Gerais

Um percurso, dois sentidos

a Colecção do MNAC-MC, da actualidade a 1850

2010-03-18
2010-06-13

Quando, em 1994, o Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado reabriu ao público, a Colecção abrangia, essencialmente, o período compreendido entre 1850 e 1950. Desde então, o acervo do Museu foi sendo actualizado através de aquisições, doações e depósitos que permitiram constituir novos núcleos, incluindo obras de artistas de referência no panorama da arte portuguesa da segunda metade do século XX.

Esta exposição pretende fornecer uma perspectiva global da Colecção, traçando um percurso que parte da actualidade para uma retrospectiva da arte portuguesa moderna e contemporânea, tendo como limite temporal a década de 1850.

A montagem conjuga o critério cronológico com a representatividade autoral, ao mesmo tempo que assume o próprio espaço arquitectónico do Museu como elemento determinante na construção do discurso expositivo. Perante a inevitabilidade de o visitante percorrer as galerias em ambos os sentidos, a montagem procura explorar a reversibilidade da leitura cronológica. Ao colocar em destaque as últimas décadas do século XX, repartidas entre a Sala dos Fornos e a Sala Polivalente, o Museu assume também o carácter aberto da Colecção. O título da exposição, Um percurso, dois sentidos, evoca ainda a dupla missão do Museu: valorizar a dimensão histórica do seu acervo e, simultaneamente, acolher e divulgar as práticas artísticas contemporâneas.

Helena Barranha

Directora do MNAC – Museu do Chiado

 

Em Exibição

.

2022-11-25
2022-12-30
MOSAICO | Uma imaginação coletiva
Exposição Coletiva

Echoes of Nature

Manuela Marques

2022-10-21
2023-01-29
Curadoria: Emília Tavares
Exposição no âmbito da programação da Temporada Portugal-França 2022
Exposição individual

IMAGO LISBOA Photo Festival

Harri Pälviranta

2022-10-07
2023-01-08
O IMAGO LISBOA Photo Festival é um acontecimento marcante no panorama da fotografia nacional e internacional. Este ano com a mostra “Battered”; “Choreography of Violence”; “News Portraits”
Exposição individual

Multiplicidade

TRIENAL DE ARQUITETURA DE LISBOA

2022-10-02
2023-01-08
Curadoria: Tau Tavengwa, Vyjayanthi Rao
A cada três anos, a Trienal de Arquitectura de Lisboa realiza um grande fórum de debate, reflexão e divulgação que cruza fronteiras disciplinares e geográficas.
Exposição Coletiva

PORQUÊ?

2022-09-23
2023-01-08
Curadoria: Ana Matos
PORQUÊ? A ARTE CONTEMPORÂNEA EM DIÁLOGO COM O PENSAMENTO DE JOSÉ SARAMAGO
Exposição temporária

Veloso Salgado

de Lisboa a Wissant. Itinerário de um pintor português

2022-07-02
2022-12-15
Curadoria: Maria de Aires Silveira, MNAC e Elikya Kandot, Directora do museu de Boulogne-sur-mer
Exposição Veloso Salgado de Lisboa a Wissant. Itinerário de um pintor português - integrada na programação da Temporada Portugal-França (Cruzada)
Fora de Portas

Desde 1911

2022-05-26
2024-04-01
Uma intervenção que celebra os 110 anos do MNAC.
111 anos

Maria Eugénia & Francisco Garcia

Uma Coleção

2021-11-18
2022-12-31
Curadoria: Maria de Aires Silveira, Cristina Azevedo Tavares e Raquel Henriques da Silva
O MNAC expõe a coleção de Maria Eugénia e Francisco Garcia
Exposição temporária