Sala SONAE

Entrada Livre

A Visão Incorporada

Performance para a Câmara

2014-03-05
2014-05-04
Curadoria: Ana Rito e Jacinto Lageira. Curador Associado: Hugo Barata
O ato de documentar um evento como uma performance é o que o constitui como tal.
Philip Auslander

O corpo é redesenhado constante e profundamente através das imagens que a partir dele são criadas e que, de alguma forma, devolvem o reflexo, transformando-o a cada olhar. Este corpo atravessa conceitos, experiencia a teatralidade, a encenação, a coreografia, o gesto, o movimento, e coloca-se em rota de colisão com qualquer tentativa de codificação mais clássica. O corpo videográfico ou cinemático estabelece uma teia de relações que se prendem ainda com uma noção de espelho, e conceitos como a identidade, o duplo ou a máscara são trabalhados segundo uma lógica de (des)construção. Fazendo da imagem matéria primordial de reflexão, é concebido um projeto expositivo que pretende estabelecer a sua génese operativa a partir de um enunciado que reflita sobre a presença e a ausência do corpo, observando os momentos de transição, de contacto, de suspensão, de cruzamento e de hesitação. Em A Visão Incorporada é a imagem videográfica que, registando o corpo, edifica o conceito de “performance para a câmara”, não pressupondo que as ações sejam experienciadas ao vivo por um público, logo permitindo um desfasamento conceptual que auxilia a definição de um campo esquivo e entre mundos: os gestos são agora “arquivos” do corpo em trânsito. A figura, agora tornada o corpo da imagem (podemos talvez considerar dois corpos unidos: o corpo enquanto figura, e o corpo próprio do vídeo ou do filme enquanto representação, enquanto “objeto”), estabelece a transmutação e a instabilidade da própria condição do medium das imagens em movimento – do filme ou do vídeo.

Este projeto expositivo está estruturado segundo núcleos temáticos (conectáveis e permeáveis), verdadeiros espaços dialogantes, que se alteram a cada nova semana.

Atividades

    2014-03-05
    2014-03-09

    10h00
    ESPELHOS / VISÕES
    2014-03-11
    2014-03-16

    10h00
    CORPUS DELICTI
    2014-03-18
    2014-03-23

    10h00
    LESSNESS
    2014-03-25
    2014-03-30

    10h00
    MONÓLOGOS (PROCESSOS)
    2014-04-01
    2014-04-06

    10h00
    PLAYGROUND
Ver todas as atividades 3

+ Info

Em Exibição

CAIS Urbana

Curadoria: Mistaker Maker
Exposição comemorativa dos 25 anos da Associação CAIS
Exposição temporária

Inês Norton.

Please [do not] touch

2019-06-28
2019-10-27
Curadoria: Adelaide Ginga e Emília Ferreira
Esta exposição de Inês Norton sublinha a necessidade de recuperar a plena consciência do corpo, sob pena de perdermos o essencial do que é ser humano
Exposição individual

Henrique Vieira Ribeiro. O Arquivista. Projeto CT1LN: parte II

2019-06-19
2019-09-15
Curadoria: Adelaide Ginga
Exposição interactiva que consiste na Parte II do Projecto CT1LN, um projecto artístico que teve por mote o espólio de um rádio amador. A segunda parte, que aqui se apresenta, deixa ao público a exploração do tema
Exposição individual

Rui Macedo. (In)dispensável ou a pintura que inquieta a colecção do museu

2019-05-14
2019-09-29
Curadoria: Emília Ferreira
Recordando-nos que um artista é um caçador-recolector, um respigador de sentidos, de formas, problemas e propostas, esta exposição relembra-nos que um museu é um local de constante e inquietante descoberta.
Exposição temporária

A incontornável tangibilidade do livro ou o ANTI-LIVRO

2019-03-22
2019-08-04
Curadoria: Luis Alegre e Adelaide Ginga
Materialmente estimulante, imaterialmente ilimitado, o Livro é talvez, o objeto dos objetos
Exposição Coletiva

ARTE PORTUGUESA. RAZÕES E EMOÇÕES

2018-04-20
2019-10-27
Curadoria: Maria de Aires Silveira, Emília Tavares, Emília Ferreira
A presente exposição da coleção abrange grande parte do seu arco temporal, desde meados do século XIX até à década de 80 do século XX ocupando a totalidade das galerias da Ala da rua Serpa Pinto
Exposição da coleção