Cuenca - PhotoEspaña

entrada: Condições Gerais

Batalha de Sombras

Fotografia portuguesa dos anos 50 Colecção do MNAC-Museu do Chiado

2010-06-11
2010-07-25

Depois de uma primeira mostra no Museu do Neo-Realismo de Vila Franca de Xira em 2009, a exposição "Batalha de Sombras" é agora apresentada na PhotoEspãna, no programa OpenPhoto dedicado a países convidados, que terá lugar na Fundación António Saura – Casa Zavala em Cuenca, Espanha.

Já em 2009, Portugal esteve representado como país convidado, com a exposição Joshua Benoliel (1873-1932) - Foto-repórter, comissariada por Emília Tavares.

Esta itinerância permite divulgar internacionalmente um acervo fundamental para o entendimento da história da fotografia portuguesa neste período,  contribuindo para o conhecimento de autores inéditos e de expressões estéticas que até então tinham sido subvalorizadas.

A “batalha de sombras” que estas imagem evocam, repercute uma sociedade  polarizada entre a perpetuação duma ilusão e o desengano, produzindo imagens ensombradas por uma cultura fotográfica e artística pouco debatida, ignorando-se mutuamente, e em que cada imagem é a expressão dum dilema entre a “arte pela arte” e as rupturas (im)possíveis em prol duma arte de dimensão e participação social e humanista.

Mais do que uma batalha entre tradição e inovação assistimos a uma ambivalência entre representação e apresentação, técnica e inspiração, alta e baixa cultura, estética e ética, arte e ideologia.

Os autores e obras aqui apresentadas percorrem aspectos de grande diversidade, desde a fotografia amadora associativa e o meio salonista a ela associado, os amadores “anti-salonistas”, a fotografia no contexto dos movimentos neo-realista e surrealista, assim como a exploração  documental humanista.

Comissária: Emília Tavares

Autores apresentados

Carlos Calvet, Gérard Castello-Lopes, Adelino Lyon de Castro, Frederico Pinheiro Chagas, Carlos Afonso Dias, Franklin Figueiredo, Fernando Lemos, João Martins, António Paixão, Victor Palla, Varela Pécurto, Eduardo Harrington Sena, Sena da Silva, Fernando Taborda.

Total de obras apresentadas

72

Documentação variada: Revistas, catálogos, manuscritos, diplomas, etc...

Local: Fundación António Saura – Casa Zavala

Plaza de San Nicolás, s/n

16001 – Cuenca

Espanha

Teléfono / Fax:  00 34 969 236 054

fundacion@fundacionantoniosaura.es

Entrevista com Emília Tavares, curadora da exposição

Fundacíon Antonio Saura

PhotoEspaña

 


 

AnexoTamanho Desdobrável da Exposição "Batalha de Sombras" OPENPHOTO Portugal.pdf570.21 KB

Em Exibição

Imago 2021

Joakim Eskildsen

2021-10-14
2022-01-02
O MNAC é, mais uma vez, parceiro do festival Imago Lisboa, cujas propostas expositivas serão distribuídas por vários espaços da cidade e acolhe, na presente edição, o trabalho do fotógrafo, Joakim Eskildsen.
Exposição temporária

O artista do momento: o Homem do Paleolítico

2021-10-03
2021-11-25
No âmbito da participação nas Jornadas Europeias do Património, o MNAC apresenta uma exposição do cartoonista Luís Afonso
Exposição individual

Cursos de desenho e aguarela

2021-09-04
2021-11-06
Cursos de desenho e aguarela ministrados por Nelson Ferreira
Curso

O Caminho para a Luz porque Passa pela Luz

2021-06-22
2021-11-14
Com curadoria de João Biscainho, a exposição inaugural da nova Galeria Millennium BCP apresenta uma seleção de obras num diálogo entre as coleções do MNAC e do Millennium bcp, e de outras coleções nacionais e internacionais.
Exposição Coletiva

Ciclo “Mulheres Pintoras no Mundo Ibero-Americano” 2021- 2022

2021-06-17
2022-03-03
Ciclo de palestras que apresenta Pintoras que foram especialmente actuantes no Mundo Ibero-Americano e que ao longo dos séculos contribuíram para diminuir o preconceito de género e pôr fim a uma série de estereótipos no mundo das artes.
Palestras

Olhares modernos

O retrato em pintura, escultura, desenho (1910-1950)

2021-05-18
2021-12-31
Curadoria: Maria de Aires Silveira
Cruzamento de olhares e o gosto por enquadramentos pictóricos na coleção do MNAC.
Exposição temporária

110 anos

2021-05-18
2024-04-01
Uma intervenção que celebra os 110 anos do MNAC.
.