Adriano de Sousa Lopes, A blusa azul, c. de 1920, Óleo s/ tela, 82x60cm.  Foto José Paulo Ruas, 2015
Adriano de Sousa Lopes, A blusa azul, c. de 1920, Óleo s/ tela, 82x60cm. Foto José Paulo Ruas, 2015

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA NADIR AFONSO

entrada: Condições Gerais

REGISTOS DE LUZ.

PINTURA IMPRESSIONISTA DE SOUSA LOPES. A COLEÇÃO DO MNAC (1900-1950)

2019-12-01
2020-03-29
Curadoria: Maria de Aires Silveira

REGISTOS DE LUZ

Iniciando a parceria entre o Museu Nacional de Arte Contemporânea e o Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, o MNAC apresenta em Chaves um conjunto de obras da sua coleção.

Uma das salas de exposições temporárias do Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso apresenta obras do pintor Sousa Lopes (1879-1944), diretor do MNAC, de 1929 até ao ano da sua morte. Encarando a modernidade como uma síntese entre alguns aspetos da pintura impressionista e o entendimento da luz local, na sua descoberta pelo país, Sousa Lopes revela os segredos luminosos da pintura de paisagem, em impressões de momento.

No início do século XX, os artistas naturalistas coexistem com os jovens artistas modernistas, como Amadeo de Sousa-Cardoso, Eduardo Viana e Almada Negreiros, autores que se ligam às vanguardas internacionais e que, na década de 1930, se integram num modernismo equilibrado. Em meados do século XX, o abstracionismo, surrealismo e o neorrealismo surgem como movimentos de contestação, ligados a novas formas de comunicação e de representação da realidade.

A unir todas estas propostas, há sempre a magia da luz e a sua importância na pintura e escultura, permitindo construir um discurso de emoções e ideias.





Em Exibição

Prémio Sonae Media Art 2019

2019-11-29
2020-02-02
Exposição das obras finalistas
Exposição temporária

CONVITE/OPENING

2019-11-29
2020-02-02
.
Exposição temporária

Orto di incendio

27 artistas a partir de Al Berto

2019-11-22
2020-02-02
Curadoria: Ana Natividade, André Almeida e Sousa e Paulo Brighenti
O Museu Nacional de Arte Contemporânea e a Oficina de Gravura da MArt apresentam Orto di incendio, uma exposição de 27 artistas a partir da obra homónima de Al Berto.
Exposição temporária

DANIEL CANOGAR. Teratologias

Arte digital da coleção MEIAC

2019-11-01
2019-12-08
Curadoria: Adelaide Ginga
Esta instalação de Daniel Canogar faz uso das linguagens digitais para abordar a relação entre arte e ciência e a questão da vulnerabilidade do ser humano face ao avanço da tecnologia.
Exposição individual

Espaço Interior

Trienal de Arquitetura de Lisboa

2019-10-05
2020-01-05
Curadoria: Mariabruna Fabrizi e Fosco Lucarelli
"Espaço Interior" faz parte de um projecto de investigação em desenvolvimento, sobre a construção da imaginação arquitectónica.
Exposição temporária

Sarah Affonso. Os dias das pequenas coisas

2019-09-13
2020-03-22
Curadoria: Maria de Aires Silveira e Emília Ferreira
A exposição dedicada a Sarah Affonso (Lisboa, 1899 – 1983) é uma de duas que, neste ano em que se celebram os 120 anos do nascimento da artista modernista, recordam a sua vida e obra
Exposição temporária

CAIS Urbana

Curadoria: Mistaker Maker
Exposição comemorativa dos 25 anos da Associação CAIS
Exposição temporária