Sala Polivalente

entrada: 0.00€

“Abençoadas máquinas que nos permitem ver”

Eunice Gonçalves Duarte

2013-05-30
Curadoria: Emília tavares e paula roush

«Estou rodeada de imagens; imagens de mim, mediadas pela tecnologia, permitidas por máquinas, e a elas pertence um código ao qual não tenho acesso – falta-me o conhecimento específico para as conseguir interpretar. O que fazer com elas? Podem contar a minha estória? Ou a vossa estória? Talvez deva antes perguntar: será possível performatizá-las? Partindo das imagens médicas que estão presentes na vida quotidiana, a performance explora o
lugar das máquinas na construção da memória individual, da identidade e das estórias íntimas. Desta forma, recorrendo igualmente à tecnologia de uso quotidiano (webcams, laptops, telemóveis), pretendo criar um álbum
fotográfico da anatomia de um corpo desorganizado. Eis a minha proposta: Partilhar estórias! Explorar os procedimentos médicos como rituais populares, revelando o quanto estão inseridos na vida quotidiana.»

Eunice Gonçalves


Estórias a apresentar
«o namorado (im)perfeito»; «com os olhos na lua»; «o meu nome»; «saber como crer»; «a estória do bebé que não nasceu»
Excerto de «o namorado (im) perfeito»
Eu apaixonei-me – o que supostamente é bom (principalmente quando somos correspondidos). No entanto, mal eu sabia o que estava diante dos meus olhos: uma lesão no dedo do pé esquerdo, o tornozelo espatifado devido a uma queda de bicicleta. A rótula do joelho, de vez em quando, salta para o lado. Exactamente na altura em que nos conhecemos, iniciou-se com uma dor no
fémur, que ainda hoje o acompanha. Para além das dores na zona lombar, omoplatas, pescoço... Como é que eu o posso amar?
Como posso amar um corpo tão imperfeito?»


Biografia
Eunice Gonçalves Duarte é criadora independente e performer O seu trabalho artístico cruza as artes performativas com a linguagem dos meios tecnológicos digitais, desenvolvendo um método low tech para a criação da performance. Tem apresentado o seu trabalho em alguns países Europeus, tais como: Finlândia, Grécia, Irlanda, Inglaterra, Alemanha, Suíça e Turquia. Mais
recentemente, foi a responsável artística da performance digital “A História é Clandestina” e fez parte do projecto artístico "How artists collaborate online", criado por Matt Ball para o National Theatre Wales. Até ao final de 2013, encontra-se a desenvolver o projecto “InsideOut”.

 

Curadoria:

Emília Tavares e paula roush

Mecenato e Comunicação:

Rita Sá Marques

Apoio Técnico:

António Chaparreiro

Agradecimentos:

Eunice Gonçalves Duarte, Teatro de São Luís (Sónia Rosa e Aida Tavares)

Em Exibição

.

2022-11-25
2022-12-30
MOSAICO | Uma imaginação coletiva
Exposição Coletiva

Echoes of Nature

Manuela Marques

2022-10-21
2023-01-29
Curadoria: Emília Tavares
Exposição no âmbito da programação da Temporada Portugal-França 2022
Exposição individual

IMAGO LISBOA Photo Festival

Harri Pälviranta

2022-10-07
2023-01-08
O IMAGO LISBOA Photo Festival é um acontecimento marcante no panorama da fotografia nacional e internacional. Este ano com a mostra “Battered”; “Choreography of Violence”; “News Portraits”
Exposição individual

Multiplicidade

TRIENAL DE ARQUITETURA DE LISBOA

2022-10-02
2023-01-08
Curadoria: Tau Tavengwa, Vyjayanthi Rao
A cada três anos, a Trienal de Arquitectura de Lisboa realiza um grande fórum de debate, reflexão e divulgação que cruza fronteiras disciplinares e geográficas.
Exposição Coletiva

PORQUÊ?

2022-09-23
2023-01-08
Curadoria: Ana Matos
PORQUÊ? A ARTE CONTEMPORÂNEA EM DIÁLOGO COM O PENSAMENTO DE JOSÉ SARAMAGO
Exposição temporária

Veloso Salgado

de Lisboa a Wissant. Itinerário de um pintor português

2022-07-02
2022-12-15
Curadoria: Maria de Aires Silveira, MNAC e Elikya Kandot, Directora do museu de Boulogne-sur-mer
Exposição Veloso Salgado de Lisboa a Wissant. Itinerário de um pintor português - integrada na programação da Temporada Portugal-França (Cruzada)
Fora de Portas

Desde 1911

2022-05-26
2024-04-01
Uma intervenção que celebra os 110 anos do MNAC.
111 anos

Maria Eugénia & Francisco Garcia

Uma Coleção

2021-11-18
2022-12-31
Curadoria: Maria de Aires Silveira, Cristina Azevedo Tavares e Raquel Henriques da Silva
O MNAC expõe a coleção de Maria Eugénia e Francisco Garcia
Exposição temporária