Da série Shelter

, 1999

Augusto Alves da Silva

2 provas fotográficas por destruição seletiva de corantes (Ilfochrome)

41 × 50 cm
assinado e datado
Inv.
Historial
Colecção Isabel Vaz Lopes. Depositado no MNAC – Museu do Chiado em 2003

Exposições
Porto, 1999; Lisboa, 2003; Castelo Branco, 2004, 69, cor; Lisboa, 2004; Porto, 2009, 194, cor; Lisboa, 2010; Lisboa, 2012.

Bibliografia
Shelter, 2001; LAPA, 2003, 23; PINHARANDA, 2003, 16; TAVARES, 2004, 69, cor; FERNANDES, 2009, 194, cor.
Estas quatro fotografias fazem parte de uma série de 35, realizadas em Portugal e na Islândia. O purismo formal aproxima-o da escola alemã. A rigidez de enquadramento colide com as metáforas contemplativas da paisagem e qualquer relação verosímil é iludida. Os limites documentais da fotografia são expandidos, as imagens relacionam o abstrato e o real, o natural e o construído. O espaço natural surge na sua ambivalência entre forma de especulacção poética e possibilidade duma linguagem descritiva, A oposição geográfica dos lugares dilui-se na sua análise conceptual, renunciando assim a qualquer efeito documental do género.

Emília Tavares